O Livro de Mórmon Errou ao Dizer Onde Jesus Nasceria?

Por Keith Brown

No Livro de Mórmon (Outro Testamento de Jesus Cristo) em Alma 7:10 esta registrado que o profeta Alma profetizou de que Jesus Cristo nasceria de Maria na terra de Jerusalém. As palavras exatas do texto são estas:

E eis que nascerá de Maria, em Jerusalém, que é a terra de nossos antepassados, sendo ela uma virgem, um vaso precioso e escolhido; e uma sombra a envolverá; e conceberá pelo poder do Espírito Santo e dará à luz um filho, sim, o Filho de Deus.

Primeiro, podemos ver que nesta passagem Jerusalém esta sendo referida como uma região e não como uma cidade. Se olharmos para um mapa comum poderemos ver que a cidade de Belém, o lugar onde a Bíblia ensina que Jesus nasceu, é um pequeno subúrbio de Jerusalém, localizado há apenas 8 quilômetros ao sul. Portanto, podemos dizer que Belém faz parte da região de Jerusalém, corroborando o registro do Livro de Mórmon.

Podemos fazer uma comparação quando alguém sai em viagem e perguntam-lhe de onde ele é, e ela responde dizendo que é de São Paulo quando na verdade vive em Guarulhos. Ela usa São Paulo como ponto de referencia para ajudar uma pessoa de fora a localizar de onde ela vem.

Dizer que o lugar de nascimento de Cristo era a terra de Jerusalém faz todo o sentido porque ela foi escrita por um profeta do Novo Mundo. O uso do termo “terra” nesta e em outras passagens do Livro de Mórmon é consistente com os pergaminhos do Mar Morto, e confere ao livro mais uma prova de sua autenticidade. Se Joseph Smith, o primeiro profeta de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, tivesse sido o autor dessa passagem de escritura em vez de o tradutor, ele não teria preferido escrever que o Cristo havia nascido na cidade de Belém? Afinal de contas ele conhecia bem a Bíblia, e até mesmo a grande maioria das crianças da época sabiam que Cristo havia nascido em Belém.

Segundo, as criticas contra o Livro de Mórmon se mostram inúteis porque eles não conseguem perceber que, se insistirem em refutar a autenticidade do Livro de Mórmon baseado na passagem registrada em Alma 7:10, eles devem, ao mesmo tempo rejeitar a Bíblia porque ela diz que Amazias “foi sepultado em Jerusalém, com seu pai, na cidade de Davi” (2 Reis 14:20), e a cidade de Davi é Belém (Lucas 2:4; 1 Samuel 20:6).

Stephen R. Gibson, autor de Respostas Rápidas para Questões Anti-Mormons, (One Minute Answers to Anti-Mormon Questions), paginas 19-20, declarou:

Belém esta localizada a somente 8 quilômetros ao sul da grande cidade de Jerusalém. Assim, como um cidadão de Belém poderia declara com precisão como alguém que vive “em Jerusalém”. O comentário de Alma ao invés de ser uma evidência de fraude por parte de Joseph Smith é na realidade uma confirmação de sua inspiração.

Nos dias de hoje, quando viajamos para um lugar longe de nossa casa ou mesmo para outra cidade mais distante, é provável que identifiquemos nosso lar com a mais próxima área metropolitana. Se estivermos visitando o Rio de Janeiro podemos dizer às pessoas que moramos em São Paulo, em vez de São Caetano do Sul. Se estivermos na Europa, poderíamos dizer a alguém que moramos no Brasil, ao invés de responder que moramos no Paraná. Quando respondemos assim, não significa que estamos mentindo, apenas não estamos sendo tão específicos quanto poderíamos ser.

Um último pensamento: se Joseph Smith ou os líderes da Igreja, depois dele, acreditassem que isso tivesse sido um erro, por que não “corrigi-lo” do que esperarem serem “atacados” pelos muitos detratores que estão sempre acusando os líderes da Igreja de terem confeccionado o Livro de Mórmon? Os Santos dos Últimos Dias não veem nenhuma contradição em o Cristo ter nascido “em Jerusalém”, a terra dos antepassados de Alma e seu povo.

http://www.youtube.com/watch?v=m7g_exe3ANw&feature=share&list=PL31F32E21D67DE8AE

Dê a sua opinião

Diga o que você esta pensando...
e se você quiser escolher uma foto para aparecer no seu comentário, crie um avatar!